A área de Suprimentos congrega todo o movimento financeiro da obra

A área de Suprimentos congrega todo o movimento financeiro da obra
15/04/2019

“Uma das áreas mais importantes e estratégicas dentro da empresa”. Foi assim que o engenheiro civil João Carlos Otoboni definiu o Departamento de Suprimentos da Mutual Engenharia que ele assumiu recentemente. “Todo movimento financeiro da obra passa por Suprimentos. Se a empresa não fizer boas negociações, contratações e aquisições, a operação pode não atingir os resultados pretendidos ou até mesmo gerar prejuízo. Por isso que eu digo a construtora passa 100% pela área que dirijo, que trabalha extremamente alinhada com as áreas Comercial, de Engenharia e de Orçamentos. Trabalhar de forma integrada e na plataforma do Opus, o ERP da Mutual, dá confiança, transparência e agilidade não somente para a operação, mas também para o cliente, que recebe uma senha especial para acesso ao Opus, visualizando e controlando todos os materiais e equipamentos decorrentes do faturamento direto contra ele, em tempo real.”

A área de Suprimentos faz todo o processo de captação, análise e qualificação de fornecedores, análise de custos, cotação dos melhores preços e, principalmente, vai atrás do melhor custo benefício para cada obra. Dependendo do porte da obra e da distância, às vezes, a área busca compradores locais para captação dos melhores fornecedores regionais. A logística e a visão de strategic sourcing entendendo os negócios dos nossos clientes, os projetos e a cadeia de suprimentos é fundamental para evitarmos interrupções no fluxo de produção e trabalharmos num modelo just-in-time, espelhados em uma operação industrial, a fim de minimizar os estoques e o capital de giro necessário, sempre em busca da máxima eficácia”. “Entregamos exatamente o que vendemos e nada é fechado sem que se chegue à melhor solução para nossos clientes”.

O processo da área é extenso e não termina quando o contrato é assinado ou o material é entregue na obra. A finalização do trabalho da área de Suprimentos se dá após o encerramento de cada contrato com os fornecedores, garantindo que as entregas foram realizadas em conformidade com os processos do SIG (Sistema Integrado de Gestão) da Mutual e que não há pendências.